[1]
“Indicadores da origem botânica da própolis: Importância e perspectivas”, Bol. Ind. Anim., vol. 60, nº 1, p. 83–106, nov. 2013, Acessado: 27º de maio de 2024. [Online]. Disponível em: http://bia.iz.sp.gov.br/index.php/bia/article/view/1357